A Europa fraqueja

A Europa titubeia perante as suas inúmeras contradições. Uma aliança Alemanha-Espanha-França pode vir a substituir o eixo franco-alemão que durante muito tempo foi a locomotiva da Europa. Faz todo o sentido. Até pelo posicionamento britânico face à nova liderança norte-americana. Não faz sentido continuar a chover no molhado. Leia-se Andrew Jackson para perceber que os Estados Unidos vão sozinhos. Não farão depender as suas políticas da opinião dos seus aliados europeus. Desimaginem-se os lideres europeus e já agora mexam o rabo. Repensem a sua participação na NATO, solidifiquem a sua prestação financeira e operacional para o comando europeu da Aliança e acompanhem as próximas incursões da Rússia sobre o seus vizinhos. Putin está a criar o clima com a Ucrânia alimentando a agressividades dos realistas soviéticos na Ucrânia. Deixem-se de apelos morais que soam bonitos mas que pesam pouco [ou nada] na balança de poderes. Lembrem o velho slogan de Mao: ‘o poder está na ponta das espingardas’. Hard power pois. Back to the basics.
Image may contain: 5 people, text
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Aliança Estados Unidos-Coreia do Sul, Estados Unidos, Uncategorized, União Europeia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s