As comodidadezinhas são tramadas

15698199_996014070505321_446216403097356236_nO tom natalício não dispõe a reflexões mais profundas mas o mundo lá fora não muda pelas nossas boas intenções e por causa dos nossos votos piedosos de Paz. Usando um instante do imaginário judaico-cristão é a eterna luta entre o Bem e o Mal. O último explode quando menos o esperamos. Toda a vigilância não é demais. É fácil culpar as autoridades de Berlim pelo que aconteceu, mas estaremos dispostos a viver numa sociedade em que todos os nossos movimentos são escrutinados e vigiados pelas autoridades? Pela pesada recordação dos trágicos tempos do nazismo, a Alemanha não tem câmaras de vigilância nos lugares públicos, pelo menos tem poucas. Não se vê polícia a patrulhar as ruas, nem sirenes a cruzar a cidade. Estive lá cinco dias em Julho passado. Se os houvesse as habituais organizações de direitos humanos seriam ferozes nas criticas. É impossível ter mais segurança sem limitar as liberdades. Até agora ninguém conseguiu inventar a tal mezinha miraculosa que consegue uma e outra. Depois achamos ‘incrível’ que estes facínoras cruzem fronteiras sem ninguém os mandar parar [basta ler o Facebook], mas estaremos dispostos a ver reinstaladas as fronteiras internas na Europa? Estou a ver os mais vociferantes. Sim….mas, mas. Pois. As comodidadezinhas são tramadas.
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Alemanha, Estado Islâmico, Liberdade, Politica internacional, Segurança interna, Terrorismo, Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s