Leonard Cohen deixou-nos

Cohen deixou-nos. Tinha dito a Deus que estava pronto e partiu. Fez-nos companhia na avenida das canções e no trilho da vida. A mim desde os meus catorze anos. Nunca tive oportunidade de o ver ao vivo. Nunca calhou. Os discos foram-me fazendo companhia ao longo dos anos. Primeiro em CD e agora em vinyl. Era uma voz solitária e um incansável pesquizador dos segredos do universo e da Luz. Era praticante do budismo Zen. De tempos a tempos retirava-se para a sua comunidade vivendo frugalmente e partilhando o alimento básico, participando nos deveres colectivos. Encontrou, talvez, na meditação o que não encontrou no amor e na fama. Deixou-nos mais pobres. Dia triste porra.

cohen3

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Musica, Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s