Um PS marxista-leninista? Sim.

Já não tinha grandes dúvidas. O PS está hoje nos braços do marxismo-leninismo. A esquerda radical tomou conta do partido. A história mostra que os partidos socialistas passam por estas crises de identidade. Normalmente elas acabam em cisão: a esquerda sai; ou a direita sai e forma um novo partido. Seria bom para a democracia portuguesa, porque quando os portugueses forem chamados a votar sabem em que votam. E não são prendados com uma coligação em que não votaram e que não querem. O mais precipitado em política é pensar-se que as soluções são permanentes. Em 50 anos de democracia já tivemos de tudo, governo de um só partido, governos de coligação à esquerda e à direita.

Não adianta fantasiar que o PS ainda é o da Fonte Luminosa. Hoje é este. E ainda bem.

Pedro Nuno Santos diz que o PS tem uma visão de sociedade mais próxima do BE e do PCP do que do PSD e do CDS. E afirma que o PM honrou a palavra mesmo na…
OBSERVADOR.PT|BY VÍTOR MATOS, RITA TAVARES
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s