Infantilismos

Absolutamente. Infantilismos. A Europa está cada vez mais divorciada das forças motrizes do mundo de hoje. No estilo, nas exigências, no que faz andar a vida. A ciência, o conhecimento, o saber vive hoje numa plataforma global que tem o inglês como lingua de comunicação. Não é o latim, nem o grego [como no mundo antigo], nem o esperanto, nem muito menos o mandarim. É o inglês. Se desenharmos um arco num planisfério conectando as américas, a ásia e a oceania a lingua de comunicação que as interliga é o inglês. O que significa que a extensão desses parâmetros de conhecimento se fará em inglês. Pôr a Europa fora disto é fazer o nosso continente andar para trás. E fazê-lo perder ainda mais a corrida com os três Grandes Poderes do século XXI: os Estados Unidos, a India e a China.

Danuta Hubner at a press conference on the outcome of the U.K.’s EU referendum | EP

English will not be an official EU language after Brexit, says senior MEP

No other EU country has English as their official language and so it could lose its status.

Danuta Hübner, the head of the European Parliament’s Constitutional Affairs Committee (AFCO), warned Monday that English will not be one of the European Union’s official languages after Britain leaves the EU.

English is one of the EU’s 24 official languages because the U.K. identified it as its own official language, Hübner said. But as soon as Britain completes the process to leave the EU, English could lose its status.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s