Bem, Assunção Cristas

Cristas tem naturalmente razão na iniciativa de demarcar bem os campos e obrigar os aliados do PS a tomarem posição. Não se pode em política ir em dois carrinhos, ao mesmo tempo estar na Europa e ser contra a estrutura fundacional da Europa; e ser contra a austeridade e fazer de conta que não há um Tratado Orçamental que fixa regras de rigor orçamental. O tratado foi firmado pelo governo legítimo de Portugal e aprovado por resolução da Assembleia da República. Não são 18% de votos nas últimas eleições legislativas que podem determinar os destinos dos portugueses.

Assunção Cristas tomou a dianteira da oposição e vai obrigar a esquerda a unir-se para impedir que o Programa de Estabilidade vá a votos no Parlamento.
http://www.sol.pt|By Jornal SOL
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Assunção Cristas, CDS, Governo PS, Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s