O mito da inocência

child-bomb-beltUm dos mitos do nosso tempo é o da generosidade da juventude. Radica no conhecido pensamento de Jesus Cristo, deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino de Deus pertence a elas [Lucas 18:16]. A juventude é associada à ideia de inocência, de pureza, da insujidade.

É um princípio geral, correcto, mas tem excepções. Vários exemplos podem ser chamados a depor. As crianças-soldados que se alinham nos vários conflitos regionais em África e em poucos países da América Latina. As bombas-humanas que se imolam em acções de eliminação de alvos no Médio Oriente. Se quisermos ir ainda antes a juventude hitleriana ou os guardas vermelhos de Mao Zedong. Encontramos registos de crimes praticados por grupos de jovens, facilmente manipulados por uma propaganda incisiva, implacácel, que lhes retira o sentido de moral, de contricção ética, tornando-os robots nas mãos dos seus chefes e instrutores. Um pouco por todo o lado.

É algo que a nossa civilização está pouco preparada para encarar e reflectir. Somos educados pela doutrina cristã a ver nas crianças ‘anjos’. Não compreendemos que a malignidade pode, em certas circunstâncias, coabitar com um sentido de bondade proventura inato. O cristianismo instilou nos manuais educativos essa ideia. Precipitada e imprudente.

Reflectindo no que vivemos como cultura e civilização, no ano transacto, e sobre um impressivo documentário sobre os jovens pioneiros do Hamas dei comigo a pensar que sentiremos em próximos anos, nas nossas cidades, os efeitos desta mentira bondosa, mas pouco realista. Gostaria de estar absolutamente equivocado.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s