André Glucksmann

andre glucksmannLembrando e homenageando André Glucksmann na hora da sua morte no registo oportuno de Paulo Tunhas (Observador):
<A sua tese central é a de que há, numa certa tradição do pensamento alemão (Fichte, Hegel, Marx, Nietzsche), uma vocação totalitária que passa pelo endeusamento do Estado e pela oposição à figura do indivíduo.>
Em minha opinião esse registo aliou-se à tradição autoritária russa no pensamento de Lenine, Estaline, Trotsky e Putin. Essa a razão porque nunca houve uma contracção política ou moral dos crimes do estalinismo. A toada anti-Gorbachov que se lê em declarações de responsáveis políticos russo reflecte isso.

Nota: os livros de Glucksmann no essencial não se encontram traduzidos para português. Mas existem as versões originais em francês.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em andré glucksmann, Comunismo, Marx. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s