Macau e a ‘ house of cards’

casinos

Um artigo muito curioso [e bem informado]. Revela o que se dizia `a boca pequena. As declarações de um ‘expert’ da indústria do jogo a jornais portugueses na semana passada trataram-se de uma despistagem, uma operação de contra-informação destinada a ‘tranquilizar’ os interesses instituidos que defendem a manutenção, a toda a força, do status quo. Vários jornais e órgãos de informação local morderam o isco.
Ainda assim parece precipitado considerar isto uma vitória completa da actual liderança do PCC. É uma vitória no primeiro round, mas outros se seguirão. Há uma verdade em política, mas que se pode estender a outros domínios do exercício do poder: ninguém larga o poder de mão beijada, a não ser que seja forçado a tal.
Iremos ouvir falar de diversificação económica como uma latinária, mas é mais fácil apregoá-lo do que fazê-lo. Em 15 anos de vida da RAEM nunca vi esse slogan passado à prática. Muita parra mas pouca uva.
Esse é – como escrevi no Hoje Macau – o grande desafio de Lionel Leong.
In http://www.scmp.com/…/party-knocked-down-macaus-house-cards…

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Casinos, Diversificação económica, Industria do Jogo, Macau, SJM. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s