Marte em Sagitário

horoscopo

A atracção que veio com a idade das coisas esotéricas e paranormais conduziu a um grande interesse pela astrologia (não a astronomia) como conhecimento dos astros, da sua interacção ao nosso horóscopo pessoal e o facto do curso da vida não ser tão associado ao livre-arbitrio como aprendemos nas escolas de Ciências Sociais. E se há algum tempo abandonei o cartesianismo e o utilitarismo como explicações da mundo e da nossa sociedade, a via que abracei – o caminho para a Cabala judaica- que a certa altura me ‘tocou’ com uma velha familiaridade que me está nos genes, pôs-me em rota de descoberta da astrologia. Não acredito (nem sigo) nas prédicas e previsões do quadradinho do jornal diário ou dos programas da televisão mas mantenho-me desperto a explicações que se focam nas interacções, nas interdependências, nas relações de causa e efeito. Seja por sugestão, ou outra razão qualquer coisa, considero que as eras da nossa vida ao longo do ano se desenvolvem de forma distinta conforme há uma combinação (vamos aceitar astral) que favorece ou desfavorece certas escolhas, maior proactividade ou reactividade, determinando resultados que variam conforme essas conjunturas. Não creio que haja algo de mágico nisso, mas a observação dos humanos e a confrontação dos resultados de análise com os arquétipos de cada signo levam-me a considerar que há coincidências significativas entre pessoas do mesmo signo, embora a combinação com os signos ascendentes e descendentes tenha grande influência nos resultados e na individualidade de cada um. Diz o meu amigo Alexandre Gonçalves que vem ai grandes conturbações com a entrada do planeta Marte em Sagitário. Marte é um planeta associado à mudança, às perturbações ora positivas, ora negativas e a sua interface com um dos signos de fogo do Zodíaco trará alterações significativas. Apercebi-me, também, que a astrologia de influência ocidental tem variações significativas quanto à astrologia de inspiração judaica. Sendo um simbiótico e avesso aos dogmatismos (seja quais forem) vou pescando numa e noutra escola pistas que permitem perceber como estamos neste planeta, pequeno grão de areia do Cosmos, ainda profundamente ignorantes das suas leis e da sua composição. E com a ilusão que determinamos o sentido das nossas vidas.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s