Dois anos depois

Unknown

Há cerca de dois anos dei uma entrevista ao matutino ‘Ponto Final’ onde fiz uma análise extensa da nova liderança do Partido Comunista Chinês pondo a tónica no seu carácter conservador, ideológico, pouco aberto a transformações democráticas e profundamente nacionalista. O tempo veio-me a dar razão e todo o processo de combate à corrupção esconde apenas uma estratégia de eliminação de adversários internos, redução do espaço de manobra de antigos líderes, e perseguição dos que nas novas gerações e nos circulos intelectuais esperavam uma perestroika à chinesa. Não haverá perestroika à chiness pela simples razão que Xi Jinping não é Gorbatchov. Falta-lhe tudo para ser: visão do mundo, arrojo, percepção geoestratégica, conhecimento marxista. Creio mesmo que errei por optimismo e a campanha contra as forças liberais na China será ainda mais dura do que imaginei. Xi tem um inspirador que se provará um péssimo conselheiro: Vladimir Putin. Xi deveria ter aprendido com Mao e Chu que não se confia no ‘urso’ russo. Nunca. Perceberá tarde demais que ficou captivo no manobrismo de Putin.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s