A lógica do escandalismo.

escandalo

A diferença entre o jornalismo que acompanha, com regalo, estes escândalos nacionais e faz deles o centro da sua missão e um observador da política portuguesa que procura ser isento é o prazer mórbido por estes casos. Como cidadão que paga os seus impostos e elege os seus representantes nos órgãos de governo próprio tenho vergonha. Quanto estamos algum tempo fora do rectângulo pátrio a sensação que temos muitas vezes é o nojo, a vergonha, a incredulidade perante o que se passa em Portugal. Mas fomos todos nós que deixámos chegar isto a este ponto. Os políticos são eleitos por nós. A imprensa hoje é um relambório de coscuvilhice, intriga, maledicência e opinião de quem tinha a missão de informar. A imprensa é hoje um das fontes da manipulação da vida pública portuguesa. O nivel cultural dos que saiem das escolas de jornalismo é do mais miserável dos últimos trinta anos.

http://observador.pt/2014/07/30/socrates-nao-suspeito-caso-monte-branco/

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s