Quem elegeu os guardas?

-

Temos um Tribunal Constitucional que está a ultrapassar as funções de balanceamento do sistema que lhe cabem do ponto de vista constitucional e que na larga margem de manobra que tem assumido, impunemente, vai marcando a agenda legislativa. Parece notorio que este Tribunal Constitucional tem uma agenda política, adversários políticos concretos e precisos. Não sei se estes juristas ‘togados’ se imaginam tutores, grandes inquisidores, patriatrcas de um regime judiciócrácio. Uma espécie de Conselho da Revolução sem fardas mas com homens togados. A velha questão da República de Platão vem ao de cima como o azeite: quem elegeu os guardas? Porque lhe devemos obedecer? A democracia não é um regime em que o poder legislativo é um poder sistematicamente vigiado e atropelado pelo judiciário. A iniciativa legislativa cabe-lhe.
http://www.tvi24.iol.pt/503/politica/psd-marco-antonio-costa-tc-tribunal-constitucional-chumbo-tvi24/1558425-4072.html

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s