Directas (no PS)

costa

Das termas do Vimeiro vieram estas directas para secretário-geral do PS que replicam a solução do PSD. Seguro diz que se afasta se as perder. Perde o debate democrático transformando a luta pela liderança de um dos grandes partidos do arco de governação numa peleja de personalidades que nada enriquece o confronto ideológico. Com estes partidos pessoalistas que vão surgindo pela Europa fora e agora chegam a Portugal marginalizou-se o debate das alternativas políticas. Como se os partidos e os governos estivessem condenados a aviarem-se num qualquer pronto-a-vestir político para desenharem as alternativas de governabilidade da sociedade política. Mais do que nunca as ideologias são indispensáveis para seriar opções e programas, porque as pessoas precisam de referências. Fukuyama esta, nisso, profundamente equivocado. Quanto ao confronto Seguro-Costa esse é um debate interno do PS. Não me cabe dizer da minha preferência porque olho-o de fora. Posso, contudo, como analista dizer que Costa arranca com muitos pontos na corrida: capacidade de iniciativa, discurso fresco, carisma, experiência governativa, conhecimento do PS. Seguro com o aparelho e a vitória por 3 pontos percentuais nas ultimas eleições europeias. Vamos a ver o que vale mais.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s