Em nome de uma Politica de Defesa Europeia

E indispensavel a criação de uma Politica de Defesa Europeia e de um exercito europeu. As ameaças são grandes e bem localizadas. O chapeu da NATO tem sido importante mas não chega pois os Estados Unidos realinharam os interesses estrategicos da Organização aos “seus” interesses. Não vale a pena apostar numa plataforma em que os europeus têm cada vez menor audicao. A quebra de laços da Grã-Bretanha com a União Europeia coloca a necessidade de uma sinergia propria ao continente europeu. Mas a Alemanha tem de abandonar a sua absurda politica de neutralidade e integrar as acções humanitarias de paises da União de acordo com mandato das Nações Unidas. E terá que se convencer os europeus que será necessário criar um imposto de 1/2% do PIB para construir esse exercito.

rr.sapo.pt
“Só podemos defender os nossos interesses quando agimos juntos. O tempo em que podíamos contar com outros ficou para trás”, afirmou a chanceler alemã, no Parlamento Europeu.
Anúncios
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

O ditador Maduro e a Venezuela

Um país ingovernavel. Um presidente eleito pela trafulhice e manipulação como o comprovaram os observadores internacionais que fiscalizaram as eleicoes. Um parlamento que considera inconstitucional o novo mandato do presidente retirando-lhe toda a legitimidade politica e constitucional. Um país expulso da confederação dos estados latino-americanos. Até onde terá de se arrastar a actual situação para o presidente ser deposto e ser restabelecida a ordem constitucional? Será preciso uma guerra civil?

sicnoticias.sapo.pt
A Assembleia Nacional da Venezuela, na qual a oposição detém a maioria, declarou esta terça-feira inconstitucional o novo mandato que o Presidente, Nicolás Maduro, quer iniciar em 10 de janeiro de 2019.
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Theresa May e o Brexit

Negociadores britanicos e europeus chegam a acordo sobre o Brexit na forma de um texto que parece salvaguardar algumas das pretensões europeias e a principal britânica que consistia em evitar o regresso de uma fronteira fisica entre a Irlanda do Norte e a Irlanda do Sul o que tornaria a República da Irlanda, estado soberano, um paraiso europeu encrustado na Grã-Bretanha. O que se traduziria num maior isolamento de Londres. Theresa May terá de convencer o seu gabinete da bondade do acordo e depois o Parlamento britânico que o terá de ratificar. Não há recuo do Brexit. O lider dos trabalhistas dizia no outro dia em entrevista à BBC que é impossível a repetição do referendo que levou à saida do país do espaço da União.

lefigaro.fr
Les négociateurs britanniques et européens sont parvenus à s’accorder sur…
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

As burrices de Donald Trump

Este é o tipo de insulto xenófobo que não leva a lado nenhum só irrita. Ninguém no seu perfeito juizo minimiza o auxilio americano à libertação da Europa mas é bom lembrar o apoio francês à independência dos Estados Unidos e o tratado de amizade entre os dois países sem o qual não teria sido possível combater os ingleses. Mas ninguém ensina ao Presidente dos Estados Unidos um pouco de história? E se a França se retirasse da NATO? De Gaulle já o fez uma vez.

jornaleconomico.sapo.pt
Em publicação na rede social Twitter, o presidente dos EUA volta a criticar o presidente da França, Emmanuel Macron, por causa da alegada “formação de um Exército europeu” (intenção já negada por Macron). E avisa: “Paguem pela NATO ou não!”
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

China e direitos humanos

human rights, china

O relatório elaborado pelo Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas sobre a situação da China neste capítulo mereceu cerca de 346 recomendações de como melhorar a situação interna. As recomendações à China – regista o jornal Ponto Final – abrangem um vasto leque de questões relacionadas com os direitos humanos, desde a liberdade de expressão, imprensa e religiosa, direitos das pessoas com deficiência, mulheres, crianças, minorias étnicas e comunidade LGBT, o fim do uso da tortura, das detenções arbitrárias e a abolição da pena de morte. Na sessão de perguntas e respostas o Vice-Presidente chinês alegou que parte das críticas recebidas foram politicamente motivadas.

As Nações Unidas fazem anualmente um procedimento de monitorização – o Universal Periodic Review (UPR) – que convida cada país a apresentar relatório sobre as medidas tomadas na melhoria de direitos humanos. Recorde-se que a República Popular da China é subscritora do Pacto Internacional dos Direitos Económicos, Sociais e Culturais (ratificado pela Assembleia Nacional Popular) e do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Politicos (assinado em 5 de Outubro de 1988 mas não ratificado). O que significa que de forma livre e independente decidiu ajustar a sua ordem juridica interna às directivas de ambos os pactos convencionais. Ninguém a obrigou ou forçou a isso. Como aderiu aos pactos convencionais poderá retirar-se deles, a todo o tempo. O que não pode é furtar-se a prestar contas à comunidade internacional. Faz perto das regras do jogo. A China tem sempre se afirmado como consistente defensora dos principios multilaterais da ordem internacional plasmados na Carta das Nações Unidas e como adversária do hegemonismo e da política de força das grandes potências que diz ser protagonizada pelos Estados Unidos. Não pode, em matéria de direitos fundamentais, ter uma postura autista e isolacionsita de que não tem de prestar contas e que faz o que lhe determina o interesse nacional. Isso significa dois pesos e duas medidas. O país tem agora dois meses para prestar esclarecimentos escritos para serem tidos em consideração na versão final do documento.

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Bohemian Rhapsody, o filme

Comentário a propósito do filme “Bohemian Rhapsody” que pode ser visto nos cinemas. Lido noutro lugar. Recomendo vivamente a melómanos e não só. Por favor abandalhem as canções são para ser cantadas. Não somos múmias!

“I told you that you’d love it! I generally hate these biopic films, but they’ve knocked it right out of the park with this one. The final scenes at Live Aid I dare say are better than the original footage! I got goosebumps because I felt like I was actually there because of how it had been done. The attention to detail is absolutely impeccable. Yes, the timeline is a bit off in places and some stories played up for dramatic effect, but it was thoroughly enjoyable from start to finish and I was on cloud nine when I left the cinema!”

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas a sorrir, pessoas em pé, riscas e interiores
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em palcoA imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas em pé
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Led Zeppelin III – aniversario

Faz 47 anos que este disco foi lançado. Tinha 18 anos e era um dedicado ouvinte do velho Em Orbita que formou os meus gostos musicais como de vários gândulos da minha geração. Ainda me lembra o shakehead que implicava a parte final do solo de guitarra da faixa que dá nome ao album. Eramos uns Jimmy Page em potência, ahahahha. Era presença obrigatória nos bailes de sábado à tarde com as miudas do Luisa de Gusmão [e mais amigas]. Naquele tempo não havia dinheiro para discotecas. Que saudades….

Texto alt automático indisponível.
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Jim Acosta e as aleivosias liberais

Jim Acosta passou a linha. A CS deve fazer o contraditório da acção dos governantes mas não lhe cabe fazer politica partidária. A CNN assume-se como porta-voz do Partido Democrata. Os correspondentes na Casa Branca têm um papel diferente dos jornalistas em geral porque têm acesso a informação priveligiada. Não é apenas (esta) conferência de imprensa é uma série de descortesias. Isto seria impensável no tempo de Nixon, Reagan ou Bush.

newsweek.com
The CNN reporter refused to give up the microphone while questioning the president.
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Fake news

Nuno Garoupa via Pedro Correia.
“«As fakes news não começaram nem acabam nas redes sociais. A comunicação social tradicional dorme com elas há séculos e inventou as maiores falsidades que se contaram no século XX.»
«Sobre regimes instalados com fake news basta recordar como chegou ao poder a ditadura dos ayatollahs do Irão. Uma imensa e longa campanha de notícias falsas, orquestrada na comunicação social ocidental contra o autoritarismo selvagem do Xá e a favor da democracia islâmica. Bastaram uns meses, em 1979, para perceber que afinal se tratava de um regime religioso, fundamentalista, terrorista, feudal, violador dos mais básicos direitos humanos, opressor das mulheres. Khomeini nunca escondeu isso.»
«Em democracia, proibir fake news é apenas mais um mecanismo para criar castas superiores, que se dedicam a vigiar o cidadão comum – os guardiões dos costumes.»
«Não foram Trump ou Bolsonaro que criaram as fake news. Nem foram as fake news que criaram Trump ou Bolsonaro. Foi o desgaste da democracia enquanto sistema de governo que criou Trump ou Bolsonaro e as fakes news não são mais que um dos reflexos que acompanham esse desgaste.»
«Depois da Idade das Trevas tivemos a Idade da Razão. Agora temos a Idade da Emoção. E com ela a crise da democracia liberal.»

Texto alt automático indisponível.
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Bolsonaro e a China

Bolsonaro é prudente na primeira conversa com o embaixador chinês em Brazília. A questão, os custos no equilibrio orçamental dos investimentos combinados com a China pelos governos Lula da Silva e Dilma Rolusseff. O Brasil é o quarto país depois do Sri Lanka, Tailandia e Malasia a abrandar as perspectivas de investimento maciço em infraestruturas no quadro da politica “Uma Faixa, Uma Rota”. Por aqui continua-se a divinizar a pol’tica sem olhar para as consequências na soberania nacional dos países envolvidos.
“Conversa foi muito boa, protocolar num primeiro momento e depois aprofundamos em algumas coisas. Está na cara que a China não quer deixar de fazer comércio conosco e nem nós para com eles”, disse ele em entrevista à TV Band.
“Não teremos nenhum problema, muito pelo contrário, pode ter certeza que o nosso comércio pode ser até ampliado”, disse Bolsonaro
.

45699853_1715706738536047_7186362940642033664_n

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário