Hungria

A Hungria é o alvo da fúria dos parlamentares europeus. A primeira vez na história da União Europeia, a exclusão de um estado-membro do Conselho Europeu é votado. A história é irónica. O primeiro país da cortina de ferro que permitiu a passagem de cidadãos da Alemanha Oriental para a Alemanha Ocidental e com isso iniciou o provesso de derrube do Muro é hoje o alvo dos europeus desagradados com a postura da Hungria. Foram esgotados todos os mecanismos de diálogo com a Hungria? Na diversidade das famílias políticas não podemos acolher os nacionalistas como acolhemos os esquerdistas radicais? Ou uns porque são de esquerda são europeus e outros, porque são de direita devem ser excomungados?

Image may contain: 1 person
Anúncios
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Halimah Yacob

Relembro uma Presidente muçulmana de uma das sociedades mais desenvolvidas do Sudeste Asiático, Singapura. O que mostra o excelente modelo de convivência entre as três comunidades que compõem a cidade-estado: malaios, chineses e indianos. É um exemplo contra aqueles que fazem do Islão o bode expiatório, o saco de boxe das suas inconsequências e frustrações. Seguindo o ditame de Jesus aqueles que são os primeiros a atirar pedras ao Islão deveriam olhar para dentro para o mundo católico para a verdadeira abominação que vai nos Estados Unidos, na Alemanha, em França ou Itália com abusos sexuais de prelados e diáconos da Igreja Católica. (I remember a Muslim President of one of the most developed societies in South-East Asia, Singapore. What shows the excellent model of coexistence between the three communities that constitute the city-state: Malays, Chinese and Indians. Is an example for those who make Islam the scapegoat, the punching bag of their short-sightedness and frustrations. Following the teaching of Jesus those who throw the first stones to Islam should look to the Catholic world to the see the true abomination that is going on in the United States, Germany,  France or Italy with sexual abuses of the clergy and deacons of the Catholic Church).

https://www.channelnewsasia.com/news/singapore/halimah-yacob-declared-president-elect-9211392

halimah

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Ho Iat Seng e as ambições políticas

Mais cedo do que se previa os principais contendores à nomeação a Chefe do Executivo começam a tomar posição. A candidatura de Ho Iat Seng é uma candidatura fortissima. Uma das familias mais tradicionais de Macau, homem forte da Associação Industrial, boas ligações na China, faz ponte entre vários sectores. Acumula experiência politica pelo mandato de Presidente da Assembleia. Tem 61 anos de idade.

O apoio de Chui Sai Cheong parece extemporâneo mas não é. Ele é também um forte candidato a Presidente da Assembleia e tem forte apoio no empresariado e nos homens de negócio. Este anúncio pode ter uma leitura: parar uma outra candidatura que se tem desmultiplicado em anúncios públicos, participação em cerimónias, sinais de obediência a Pequim. O estilo assertivo do proto-candidato poderá ter assustado alguns sectores tradicionais que terão feito chegar a Pequim o incómodo com a situação. Um incómodo partilhado com sectores não-chineses da comunidade.

Quanto a Ho Iat Seng é uma solução de continuidade de Chui Sai On como de certa forma Chui foi de Edmundo Ho. Há porventura diferenças de visão e sentido estratégica. A principal representação de Macau em Pequim é do Vice-Presidente do Conselho Político e Consultivo do Povo Chinês.

Não sei se as pessoas perceberam já isso. Basta olhar para algumas cerimónias públicas para ver o posicionamento de Ho e de Chui. Essas coisas não são deixadas ao improviso no rigido protocolo chinês.

Quanto às ambições. Os Chefes do Executivo cumprem uma missão não formulam projectos de poder. Carrie Lam foi mandada avançar pelo governo central quando se percebeu que Pequim não gostava do provável candidato. O mesmo se irá passar agora. Existe uma intervenção cada vez maior do governo central nos assuntos das regiões. Através do Gabinete de Hong Kong e Macau do Conselho de Estado.

Já agora, segundo fontes credíveis, foram sugeridos a Pequim dois nomes para futuro Chefes do Executivo: um Ho Iat Seng; outro um jovem empresário que hoje gere os dossiers da renegociação dos contratos de concessão do jogo. Pequim não gosta de ser colocado perante decisões tomadas (até porque é Pequim quem manda), gosta de ter alternativas. O que tem a ver com a cultura chinesa.

Muitas vezes aplicamos o nosso mindset ocidental à análise destes eventos. A psicologia chinesa é muito diferente. São 2500 anos de cultura confuciana a virem ao de cima.

SONY DSC

O presidente da Assembleia Legislativa (AL), Ho Iat Seng, apontado como um dos potenciais candidatos ao cargo de Chefe do Executivo, escusou-se ontem a comentar se pretende entrar na corrida de 201…
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Mortágua sobre Robles — BLASFÉMIAS

“Ricardo Robles cometeu um erro quando pôs um imóvel à venda no meio de um ciclo especulativo em Lisboa e sem saber qual seria o fim para que seria utilizado esse imóvel. A Comissão Política cometeu um erro de análise, quando, em cima do momento e sem ter toda a informação, achou que Ricardo Robles […]

via Mortágua sobre Robles — BLASFÉMIAS

Citação | Publicado em por | Publicar um comentário

DOURO — Portugal – Patrimônios da Humanidade

Foto: © Eduardo Lima / Walkabout

via DOURO — Portugal – Patrimônios da Humanidade

Citação | Publicado em por | Publicar um comentário

Jack Ma

Há uma sedução curiosa na cultura oriental por estes homens que amassam uma fortuna imensa. São alvo de uma cultura de fascinação e elegia. Hong Kong formou-se assim numa cultura de pequenos capitalistas que pouco a pouco cresceram e se tornaram grandes. A expressão “tycoon’ é habitualmente usada para os designar. Singapura tem a mesma cultura. No Ocidente despreza-se, de certa forma, a riqueza acumulada, os grandes empresários, os banqueiros, os industrialistas, o que é reminiscência de um marxismo que sobreviveu numa cultura popular de inveja por quem enriqueceu. Jack Ma é um ídolo para milhões de chineses e construiu um império com sagacidade e sentido de oportunismo. Soube jogar bem em termos políticos num ambiente pouco favorável aos negócios e em que a tutela do Estado, via partido comunista, é considerado um dado adquirido. A quantidade enorme de gestores e CEOs apanhados na malha da corrupção sugere o lema “o Partido dá, o Partido tira”

14 hrs ·

Jack Ma will hand over the keys of Asia’s most valuable company to this man.

scmp.com
Ma, the co-founder of Asia’s most valuable company and one of China’s most recognisable names, will remain Alibaba’s executive chairman for 12 months until September 1…
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

11 de Setembro

Há dois anos estava aqui, no memorial do World Trade Center, em Nova Iorque, homenagem da cidade que nunca dorme às 4000 pessoas que morreram nos ataques terroristas do início da década de 2000. O mundo despertou para a ameaça do islamismo militarista e para a cultura de ódio que trouxe conta a nossa civilização. Preveniram-se ataques desta dimensão e o terrorismo germinou noutras organizações como o Estado Islâmico que se substituiram à Al Qaeda nos propósitos de anarquia e aniquilamento das nossas sociedades e da nossa maneira de viver. A cultura tradicional europeia, a intelectualidade sempre secundarizou essa ameaça, considerando-a fruto de erros estratégicos dos Estados Unidos. Ataques terroristas em França, em Inglaterra, na Bélgica, na Indonésia, em Espanha, na Alemanha mostraram que a ameaça é global e transversal. E persiste. Cairá sobre nós quando menos o esperarmos.

Image may contain: Arnaldo Goncalves, standing and outdoor
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

A Catarina e a especulação imobiliária

Isto é das coisas mais estúpidas que me é dado ver. Mas ninguém pergunta à Sra Presidente do BE como é que ela tão proletária é coproprietária de várias propriedades rurais que com base em significativos subsídios da UE (entidade que ela abomina) transformou em turismo de habitação sobre que saca 130 euros por noite aos veraneantes que por lá vão ficar? Será que a sociedade a que a senhora pertence paga IRC? Ou é tudo aceite pelo futuro luminoso da esquerda?

O BE continua a dar o seu grande contributo ao país, depois do imposto Mortágua, eis a Taxa Robles…

sol.sapo.pt
O partido apresentou uma proposta ao governo em maio que aplica uma taxa especial a quem compra e vende habitações num curto período de tempo e tenha um lucro elevado
Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Coitada da Suécia

Reproduzo o comentário sobre este post. Na verdade para um certo jornalismo idiota a Europa teria de ter as pernas abertas para todo o migrante que lhe bate à porta. Já agora a Australia faz controlo rigoroso de imigração. O regime é de extrema-direita? Seguramente.
“Lógica jornalística: quem defende políticas restritivas da imigração é de extrema-direita. Em Angola é frequente a expulsão de ilegais congoleses. Na China expulsam-se ou internam-se ilegais coreanos. Portanto, o MPLA é de extrema-direita. E o PCC também. Aprende-se muito com o jornalismo nacional. Muito obrigado.”

Esquerda e direita estão condenadas a entender-se. Extrema direita reforça-se no Parlamento

dn.pt
Acabou-se a divisão do parlamento sueco como se conhecia até agora. Nem a coligação de direita, nem a de esquerda conseguiram uma maioria. Recusam acordos com a extrema direita que é a terceira força mais votada e elege 62 deputados
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Angola

Gosto. É claro e frontal. Sempre gostei dos militares por isso. Não há mariquices mas há muito que limpar a imagem de Angola suja por décadas de nepotismo, favorecimento e corrupção. Há um grave problema de redistribuição e desigualdade social. Depois uma divida externa brutal, um país empenhado. Soubemos a semana passada que a divida de Angola à China é de 23 mil milhões de dólares. Um país endividado é um país limitado nas negociações com eventuais investidores e a banca internacional. Portugal sabe-o por experiência própria.

Image may contain: 1 person, text
LikeShow more reactions

Comment

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário