A questão dos refugiados e o terrorismo

Estas declarações dos media são bonitas mas iludem outras coisas que estão a ocorrer. O movimento de refugiados que está a engrossar à medida que chegamos ao Verao está a ser usado por células criminosas de movimentos islamitas para infiltrar operacionais nos países europeus disfarçados de refugiados. Significa uma renovação das células do Estado Islâmico em França, Itália, Alemanha, Belgica e Europa Central. Por enquanto temos (Portugal) sido poupados mas a sorte não acompanha sempre os timoratos. Os nossos serviços de informações devem manter os olhos bem abertos.

Image may contain: one or more people
Anúncios
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

A falência do Sporting Club de Portugal

Já tinha comentado esta questão. A maioria dos clubes de futebol estão em falência técnica. Vivem de balões de oxigénio fornecidos pelos empréstimos obrigacionistas e pelos financiamentos bancários. Quanto aos primeiros o SCP está em mora de pagamento dos dividendos aos tomadores do primeiro empréstimo. Será em Novembro diz o presidente, se ainda o for nessa altura, o que duvido. Quanto ao segundo é um desespero porque não são os outros bancos que vão financiar o SCP quando a imagem na banca do mutuante é de relapso. A única saída que eu vejo à distância é a venda de património do clube. Vai ser um desespero mas é a porta de saída.

Image may contain: 4 people, people standing
LikeShow more reactions

Comment

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Estados Unidos deixam Conselho de Direitos Humanos

‘E natural, o CDH é um instrumento de propaganda nas mãos da Síria, do Irão e da Coreia do Norte que controlam os lugares efectivos da direcção do Conselho. Os países europeus fazem de palhaços, papel infelizmente a que se têm reconduzido por cobardia, estupidez e preguiça. Algures no caminho da Europa, pelo perfil dos acontecimentos, iremos aprender à nossa custa que as belas intenções chocam com a dureza da real-politik.

dn.pt
Confirmou-se a saída dos Estados Unidos desta organização
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

A política de emigração nos Estados Unidos

A emigração ilegal é um crime. Significa a violação das regras do Estado por onde se entra. Em Macau, os ilegais são apanhados pela polícia e passados rapidamente para o outro lado da fronteira. Nem sequer são ouvidos pelo juíz. Achamos isso normal. Nos Estados Unidos, cidadãos da América Latina tentam passar a fronteira a golpe e são detidos. É normal. O que não faz sentido é a separação das famílias entre adultos para um lado e crianças para outro. Imagino que sejam estruturas burocráticas distintas a tratar do porblema. Mas existe sempre a hipótese gestionária de equipas interdepartamentais. Sempre existiram para acorrer a situações de excepção. Quanto à política de emigração cada estado soberano tem o direito de a definir. Não precisa de autorização dos outros.

“We will not apologize for doing our job,” says Homeland Security Secretary Kirstjen Nielsen on separating families at the border. “This administration has a simple message: If you cross the border illegally, we will prosecute you.” https://cnn.it/2LXiM7F

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

A escravatura nos países africanos

E corrente neste espaço e nos jornais a crítica violenta à política de acolhimento de refugiados por parte de países europeus que impõem a contigentação anual dos que, por razões económicas, procuram emigrar para os países desenvolvidos. Menos conhecida é a prática das nações africanas em relação aos seus nacionais e países vizinhos. Segundo um artigo brilhante de Graça Machel, mulher do fundador da nova África do Sul, no jornal The Guardian, é impressivo o número de crianças que se encontram detidas em prisões, campos de detenção, campos de refugiados, unidades de reabilitação e outras instituições. Em África serão entre 15.000 e 28.000 segundo alguns levantamentos.
Não deixa de ser hipócrita que os maiores criticos da politica europeia de recepção de migrantes tenham dentro de portas uma actuação de pura selvajaria e tratamento desumano dos seus mais jovens. O maior esclavagismo é o que se pratica hoje em Africa e em vários países do Médio Oriente como várias reportagens têm evidenciado contra o ‘politicamente corrceto’. https://www.theguardian.com/…/thousands-children-imprisoned…

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

PSOE MUDA MINISTROS — Da Literatura

Màxim Huerta demitiu-se hoje de ministro da Cultura de Espanha. Motivo: entre 2006 e 2008 defraudou o fisco em 257 mil euros. Homossexual assumido, Màxim Huerta, 46 anos, é o tipo de provocador e intelectual público com tribuna nas redes sociais.Sánchez já o substituiu por José Guirao, 59 anos, actual director-geral da Fundación Montemadrid, e…

via PSOE MUDA MINISTROS — Da Literatura

Citação | Publicado em por | Publicar um comentário

me, myself and I — Delito de Opinião

Vivo para admirar a malta que tem egos mexidos e auto marketing. É um chuto na tola, mas temos de admirar essa capacidade imensa de se venderem, como se estivessem vestidos faustosamente, cheios de brilho verdadeiro (diamantes e não zircões; Armani e não H&M, só para contextualizar) e que, como reza a história do rei,…

via me, myself and I — Delito de Opinião

Citação | Publicado em por | Publicar um comentário

Vistos Gold (ainda)

Por estas razões e mais algumas acho que os representantes diplomáticos em Macau e Pequim deviam estar silenciosos sobre este assunto. Quando oiço o Vitor Sereno, com as melhores intenções, apregoar esta medida como uma espécie de elixir miraculoso embatuco. Temos um antigo ministro, dois directores de servicos de administração pública envolvidos no tráfico de influências provocado por isto e já acusados. E estes são apenas a ponta do icebergue. Exige-se descrição e comedimento.

dn.pt
Chegou a deslocar-se à China e África do Sul para angariar clientes.…
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

O lobby socialista e o caso Paulo Pedroso

Extraordinária decisão do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos ou como o lobby socialista funciona bem em certos círculos. Trata-se de uma decisão disparatada. Cabe ao tribunal ‘a quo’ definir quais são as medidas preventivas contra os arguidos que impeçam a sua fuga ou acautelem a continuação do crime praticado. O caso Casa Pia foi um processo que abanou a sociedade portuguesa pois foi a primeira vez que se precebeu que o abuso de menores era uma prática generalizada em certos institutos educativos e nalguns círculos religiosos. Depois de um tumultuoso processo foram condenados seis dos sete arguidos a penas de prisões que ainda assim foram ligeiras. Conheci um dos sujeitos, na década de 1990, quando desempenhou aqui em Macau funções na parte portuguesa do Grupo de Ligação Conjunto. Era um homossexual assumido visivel nos amaneiramentos. Na altura, alunos da Casa Pia acusaram o deputado Paulo Pedroso da prática de actos homossexuais, revelando segundo algumas testemunhas sinais de anatomia fisica que o identificaram. O Ministério Público entendeu deixar cair a acusação pois as provas não eram suficientes para o incriminar. Fez bem. Mas isso não equivale ao reconhecimento da sua inocência. Ele foi visto por mais de uma vez nessas sessões que me dispenso aqui de descrever. Comentei, ao longo dos anos, quer no Tribuna de Macau quer no Hoje Macau, o que acho moralmente repelente nessas práticas quando envolvem menores. Entre adultos considero as práticas homossexuais, normais e socialmente aceitáveis. Não alinho com a religião católica, na sua condenação, quando a instituição tem casos e casos de prelados que as praticam e julgam ter uma superioridade moral resolvida com a absolvição dos pecados. Diferente é a sodomia de menores. É repugnante, moralmente condenável, socialmente repulsiva. Se o ex-deputado é homossexual é algo que lhe diz respeito e à família, mas o Estado português é uma pessoa de bem e não pode embarcar nestas estratégias de vitimização para objectivos políticos. As decisões do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos não são vinculativas e pode o sistema judicial decidir segui-la ou não. É um bom teste para o Partido Socialista e o governo da geringonça. Veremos quanto é sensível às pressões destes grupos.

See More

jornaldenegocios.pt
O Tribunal Europeu dos Direitos do Homem condenou o Estado português a…
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Acordo histórico alcançado

Donald Trump pode ter conseguido um acordo histórico com a Coreia do Norte. O jogo de corpo, as declarações na conferência de imprensa revelam que o gelo foi quebrado e o clima de hostiliidade ultrapassado. Há uma relação que se inicia agora e que pode trazer positivas consequências a esta parte do mundo. De certa maneira é a estreia do jovem Kim Jong Un no palco mundial, um país conhecido pelo secretismo das suas instituições e lideres. Lembra um encontro histórico entre Nixon e Mao Zedong muitos anos atrás. Também então a retórica era brutal e as acusações muitas. É a meu ver uma vitória política mútua mas uma impressiva vitória no palco internacional de Donald Trump. Algo que nenhum presidente antes dele conseguiu designadamente a coqueluxe da imprensa internacional Barack Obama. Ousou, arriscou e foi premiado. Não se conhece ainda os termos do acordo mas antecipo que houve cedências mútuas da posição inicial e um terreno comum foi conquistado. O acordo é “comprehensive” o que significa que é global e não apenas nas áreas da segurança regionais e internacional.
Image may contain: 1 person
Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário